logo2.jpg
1q1.JPG

 

 

PROJETOS:

Resultado de imagem para simbolo de arquitetura      01. Projeto: Arquitetônico

01 – Projeto arquitetônico visando os aspectos de Funcionalidade; Conforto Ambiental; Bio-sustentabilidade; Composição Formal;  Economicidade; Adequado a legislação municipal, estadual e federal.

Arquitetônico 01.JPG
Arquitetônico 02.JPG
Arquitetônico 03.JPG

Resultado de imagem para arcon  02. Projeto: Maquete virtual

01 – Maquete dimensionando interiores, mobiliários, fachadas e telhados.

 

 

 

Maquete Virtual 02.JPG
Maquete Virtual 01.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/hidrante.png 03. Projeto: Prevenção de Incêndio (aprovado no corpo de bombeiros).

 

 

01 - Planta de Situação contendo todos os esclarecimentos necessários à interpretação inicial da edificação, indicando inclusive cotas e afastamentos, posicionamento das fontes de suprimento de água, posicionamento do hidrante de recalque, posicionamento da central de gases combustíveis (GLP, etc.).

02 - Planta de todos os pavimentos nas escalas 1:50, 1:75 ou 1:100, com a denominação dos compartimentos, demarcação do equipamento preventivo móvel e fixo, reservatórios de água e fontes de cumprimento de água, central de gases combustíveis, escadas e vias de abandono com todas as especificações necessárias.

03 - Planta de implantação geral do sistema de proteção por hidrantes.

04 - Corte esquemático ou isométrico do sistema de proteção por hidrantes.

05 - Detalhes, como colocação dos extintores, abrigos para mangueiras, hidrantes, ligação de moto-bomba ao reservatório de água, discriminando todos os aparelhos e conexões utilizadas, hidrante de recalque.

06 - Planilha de Cálculo de Dimensionamento da rede de hidrantes.

07 - Curva da Bomba.

08 - Memorial Descritivo.

09 - Aprovação corpo de bombeiros de Curitiba.

10 - Quantitativo de materiais.


 

Incêndio.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/raio.png 04. Projeto: Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas

 

01 - Dimensionamento das cordoalhas.

02 - Dimensionamento através do Método Gaiola de Faraday, Eletrogeométrico ou Gaiola de Faraday.

03 - Dimensionamento através das normas NBR5419.

04 - Determinação do risco conforme NBR5419.

05 - Dimensionamento através do nível de proteção

06 - Determinação do duto de proteção.

07 - Memorial do cálculo.

08 - Outros.

09 - Quantitativo de materiais.

 

Elétrico.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/lampada.png 05. Projeto: Elétrico.

 

01 - Dimensionamento de circuitos (condutores e eletrodutos) das unidades.

02 - Quadro de carga.

03 - Diagrama unifilar das unidades.

04 - Diagrama bifilar / trifilar das unidades.

05 - Especificação e detalhamento da entrada de serviço padrão concessionária.

06 - Corte esquemático das prumadas e distribuição.

07 - Dimensionamento do alimentador dos Quadros.

08 - Detalhamento das caixas.

09 - Diagrama unifilar geral.

10 - Quantitativo de materiais.

Elétrico.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/telefone.png 06. Projeto: Telefônico.

 

01 - Distribuição e dimensionamento dos eletrodutos.

02 - Especificações e detalhamento da entrada.

03 - Corte esquemático da prumada e distribuição.

04 - Quantitativo de materiais.

 

Telefônico.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/tv.png 07. Projeto: Antena e Tv a Cabo.

 

01 - Distribuição e dimensionamento dos eletrodutos.

02 - Especificações e detalhamento da entrada.

03 - Corte esquemático da prumada e distribuição.

04 - Quantitativo de materiais.

 

CFTV.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/interfone.png 08. Interfone.

 

01 - Posicionamento das caixas de interfone.

02 - Posicionamento da central.

03 - Distribuição e dimensionamento dos eletrodutos.

04 - Corte esquemático da prumada e distribuição.

05 - Quantitativo de materiais.

CFTV.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/gas.png 09. Projeto: Instalação predial de gás.

 

01 - Dimensionamento da Central de Gás.

02 - Detalhamento da Central de Gás.

03 - Dimensionamento da tubulação.

04 - Cálculo de pressões.

05 - Locação dos medidores das unidades.

06 - Detalhamento das caixas dos medidores.

07 - Detalhes das ventilações.

08 - Esquema vertical de gás.

09 - Esquema isométrico de gás.

10 - Quantitativo de materiais.

Gás.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/cftv.png 10. Projeto de CFTV.

 

01 - Dimensionamento da banda necessária para transmissão via internet.

02 - Dimensionamento de equipamentos necessários conforme ambiente, distância, qualidade, raio de alcance e lente.

03 - Posicionamento dos equipamentos.

04 - Descrição dos equipamentos.

CFTV.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/esgoto.png 11. Projeto: Esgoto.

 

01 - Dimensionamento da tubulação conforme contribuição UHC

02 - Dimensionamento das caixas de gordura e passagem.

03 - Cortes das caixas de gordura e passagem.

04 - Detalhamento das dependências sanitárias.

05 - Esquema vertical sanitário.

06 - Quantitativo de materiais.

 

Esgoto.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/pluvial.png 12. Projeto: Água Pluvial.

 

01 - Dimensionamento da tubulação conforme intensidade de precipitação da cidade.

02 - Dimensionamento da cisterna e das caixas passagem.

03 - Reaproveitamento da água da chuva. (Pontos de reaproveitamento - vasos sanitários, área de serviço, torneiras externas e de jardim - a definir com o cliente).

04 - Esquema vertical pluvial.

05 - Quantitativo de materiais.

Pluvial.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/agua.png 13. Projeto: Água fria e quente.

 

01 - Dimensionamento da tubulação conforme pontos de utilização e pressões.

02 - Aquecimento com aquecedor, boiler ou ambos (a definir com o cliente).

03 - Dimensionamento do aquecedor.

04 - Detalhes isométricos das dependências.

05 - Elevação das paredes hidráulicas.

06 - Esquema vertical hidráulico.

07 - Esquema isométrico hidráulico.

08 - Quantitativo de materiais.

 

Água Fria.JPG
Água Quente.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/estrutural.png 14. Projeto: Estrutural.

 

01 - Plantas - Arquivos para Plotagem – PLT.

02 - Locação de pilares e cargas.

03 - Detalhamento dos blocos de fundação.

04 - Planta de formas e cortes.

05 - Detalhamento de pilares

06 - Detalhamento de vigas

07 - Detalhamento das lajes

08 - Detalhamento de escadas

09 - Detalhamento de cisternas e reservatórios

10 - Arquivos em DXF para compatibilização com demais projetos e PDF para visualização.

11 - Resumo de materiais (forma, concreto e aço), por pavimento e totais.

 

Estrutural.JPG
Estrutural 02.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/fundacao.png 15. Projeto: Fundação.

 

01 - Cálculo e detalhamento dos blocos.

02 - Cálculo e detalhamento dos sapatas.

03 - Cálculo e detalhamento dos estacas.

04 - Outros.

Fundações.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/copel.png 16. Aprovação na Copel.

 

01 - Conta de apresentação.

02 - Planta de situação.

03 - Memorial descritivo.

04 - Ficha de dados estatísticos.

05 - Tramite do processo na Copel.

 

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/sanepar.png 17. Aprovação na Sanepar.

 

01 - Folha de situação e estatística.

02 - Corte esquemático.

03 - Tramite do projeto na Sanepar.

SANEPAR.JPG

http://www.jcbeng.com.br/assets/img/clients/sanepar.png 18. Contenção de cheias

 

01 - Cálculo de volume da cisterna de contenção de acorod com o decreto 176 da prefeitura municipal de Curitiba.

02 - Execução do projeto de implantação com a captação de água pluvial dos telhados e áreas impermeáveis e posicionamento da cisterna de contenção.

03 - Planta e cortes da cisterna.

04 - Tramite do projeto e aprovação perante a secretária municipal de obras públicas (SMOP).

Contenção de Cheias.JPG

Resultado de imagem para projeto arquitetura 19. Acompanhamento técnico de obra

 

01 – Verificar técnicas de execução, orientar pessoal, planejamento físico financeiro, orientação de compras de material.

20150810_170810.jpg

Resultado de imagem para orçamento 20. Orçamento geral de insumos

 

01 – lista geral de quantidades e preço de todos os insumos a serem aplicados na obra. Valores de material segue a tabela  SEIL DER.

Orçamento geral de insumos.JPG